Notícias

Mercosul abrirá negociação de livre comércio com Canadá 16/10/2017

Mercosul e Canadá irão anunciar em dezembro a abertura de negociações sobre um acordo de livre comércio, durante a reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC) em Buenos Aires, disseram duas fontes envolvidas nas negociações.

Do lado sul-americano, os mandatos para negociar já foram aprovados pelos quatro governos dos países membros do bloco (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai). Pela parte canadense, falta apenas o passo final, que seria a consulta formal ao gabinete do primeiro-ministro Justin Trudeau.

A avaliação das fontes brasileiras é que o acordo com o Canadá tem potencial para andar rapidamente. Há interesses dos dois lados, ao mesmo tempo em que não há grandes sensibilidades, como no caso da agricultura para a União Europeia.

As primeiras conversas começaram em 2010, por iniciativa do Canadá. Em 2012, o governo brasileiro aprovou na Câmara de Comércio Exterior (Camex) o mandato para iniciar as negociações.

Uma reunião será marcada para novembro, em Brasília, para fechar os últimos detalhes do mandato de negociação.

Dados levantados do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (Mdic) mostram que em 2016 a corrente de comércio foi de apenas US$ 5,88 bilhões entre o Mercosul e o Canadá. Com os Estados Unidos, por exemplo, foi de US$ 59,8 bilhões no mesmo ano.

O bloco tem superávit com os canadenses. Em 2016, foram exportados US$ 3,6 bilhões e importados US$ 2,3 bilhões. O grosso do comércio regional é com o Brasil, que em 2016 concentrou US$ 4,2 bilhões de dólares do comércio e US$ 2,37 bilhões em exportações.

Durante a reunião ministerial da OMC em Marrakech, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, encontrou com ministro do Comércio Internacional do Canadá, François-Philippe Champagne, para tratar do acordo. Em nota, o Itamaraty afirmou que os ministros "reconheceram que existe um forte potencial para o desenvolvimento de uma relação comercial".

Fonte: Reuters